Notícias

18/11/2017

“Simplificar a estruturação de novas sociedades de advogados gera desburocratização, isso contribui para que o profissional atue com mais foco na advocacia”, afirmou Álvaro Mota.

Álvaro Mota diz que RedeSim favorece trabalho do advogado
ativar Div

Álvaro Mota em seu pronunciamento

Um convênio firmado nesta sexta-feira entre a OAB-PI e a Junta Comercial do Estado, para adesão da Secional à Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim), da Receita Federal vai facilitar abertura de sociedade de advogados e sociedades unipessoais.

Na ocasião, representando o Instituto dos Advogados Piauienses e a Secional do Centro de Estudos das sociedades de advogados – Cesa, o advogado Álvaro Mota saudou a iniciativa como mecanismo de estímulo à atividade profissional dos advogados.

“Simplificar a estruturação de novas sociedades de advogados gera desburocratização, isso contribui para que o profissional atue com mais foco na advocacia”, afirmou Álvaro Mota.

Álvaro Mota, parabenizou o desenvolvimento do sistema e destacou o convênio como uma conquista importante para a classe.

A presidente da Junta Comercial do Estado, Alzenir Porto, explicou que a dinamicidade e modernidade do sistema acompanham as mudanças no cenário empresarial no Brasil.

Para o delegado da Receita Federal em Teresina, Eudimar Alves, a integração da OAB ao sistema representa um grande avanço ao processo que possibilitará melhor formalização de empreendimentos no Estado. “O sistema ganha força com a OAB e com a integração de todos os atores envolvidos”.

QUEM FOI

Compareceram à solenidade de assinatura do convênio o vice-prefeito do município de Teresina, Luiz Júnior; o presidente do Instituto dos Advogados, o membro honorário vitalício da OAB-PI, Álvaro Mota; o delegado da Receita Federal de Teresina, Eudimar Alves Ferreira; o integrante do Conselho Regional de Contabilidade, Hudson Sousa de Melo. Além do conselheiro federal Celso Neto; do vice-presidente da Comissão de Direito Empresarial, Francelino Franco Neto, e de representantes das Comissões de sociedade de advogados, Direito Empresarial e Estudos Tributários.

O QUE É A REDESIM

A Redesim, criada pela Lei Federal 11.598/2007, estabelece diretrizes e procedimentos para a simplificação e integração do processo de registro e legalização de empresários e de pessoas jurídicas. O sistema faz o cruzamento dos dados cadastrais da Receita Federal com os diversos órgãos Estaduais e Municipais que participam do processo de abertura, alteração e baixa de empresas e as disponibiliza na rede mundial de computadores.

O sistema garantirá ao advogado orientação clara e precisa sobre o registro e licenciamento da sociedade, além de facilitar alterações contratuais, distrato social e declaração unilateral.

Tendo sido formalizado o convênio, a próxima fase será a implementação do sistema. “Será um ganho com celeridade dos processos, da abertura e formalização de empresas contando com a integração de todos os órgãos que envolvem este processo. O ‘Piauí Digital’ está em produção, o que ocorrerá agora é a parametrização do sistema para que todos os atores possam efetivamente fazer uso”, esclareceu o gestor de TI da JUCEPI, Rafael Oliveira.

Fonte: GP1