Notícias

23/11/2016
Anuário da Justiça Rio de Janeiro 2017 destaca produtividade do TJRJ e ações voltadas para o povo



No lançamento da sétima edição do Anuário da Justiça do Rio de Janeiro pela Revista Eletrônica Consultor Jurídico, nesta quarta-feira, dia 23, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, destacou a matéria de capa da publicação, que apresenta o objetivo do Tribunal do Rio em se aproximar do povo. A solenidade aconteceu no foyer da Lâmina I, no 10º andar do Fórum Central.

‘’Nós temos muitos projetos, como o Justiça Itinerante e o Justiça Cidadã, que mostram que o Judiciário do estado do Rio tem se preocupado em se aproximar do povo. Ainda temos muito obstáculos, mas é preciso reconhecer o trabalho árduo dos magistrados, servidores e outras pessoas envolvidas com o Tribunal na tentativa de fazer uma Justiça mais efetiva e produtiva”, avaliou.

O presidente também parabenizou o trabalho feito pelo Consultor Jurídico, ao afirmar que é uma honra e uma satisfação para o Tribunal firmar a parceria, que já existe há sete anos.

‘’O Tribunal abre as suas portas para uma revista que trata de transparência, e precisamos muito disso no momento de crise do estado. Publicações como esta revelam o cotidiano e a realidade do Judiciário do Rio e as batalhas que enfrentamos. Estamos orgulhosos em participar de mais esse lançamento”, disse o presidente.

Editor do anuário, o jornalista Márcio Chaer agradeceu ao Tribunal pelo lançamento e ressaltou os trabalhos feitos pelo TJRJ em dar transparência ao Poder Judiciário. De acordo com Márcio, o anuário é uma amostra do reconhecimento aos esforços da Justiça do Rio.

‘’O anuário é um troféu para o Tribunal do Rio, que tem sido o mais rápido, eficiente e produtivo do país. É o sétimo ano consecutivo que a Justiça fluminense recebe esse troféu, um reconhecimento ao seu trabalho. O Tribunal do Rio aumentou o acesso à Justiça e vem cada vez mais sendo um exemplo na Justiça brasileira”, avaliou.

A solenidade contou com a presença do presidente do Instituto dos Advogados do Brasil, Técio Lins e Silva, que disse que a publicação é uma ferramenta indispensável à democracia. O ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ministro César Asfor Rocha e o presidente do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa), Carlos José Santos da Silva, também estiveram no lançamento.

Saiba mais sobre a publicação

O Anuário apresenta um levantamento sobre os principais projetos desenvolvidos e decisões de maior impacto econômico e social tomadas pelo Tribunal de Justiça ao longo deste ano, destacando-se o investimento nas audiências de custódia e nas audiências de apresentação, estas voltadas para os adolescentes apreendidos em atos infracionais.

O crescimento do número de casos de violência doméstica no Rio de Janeiro também é abordado no Anuário, que apresenta números do Observatório Judicial da Mulher do TJRJ. Somente no primeiro semestre de 2016, foram proferidas 4.498 sentenças relacionadas a crimes contra mulheres, representando um aumento de 33% na comparação com os primeiros seis meses de 2015. Entre o início de 2011 e agosto de 2016, cerca de 250 mil casos de agressão física contra mulheres no ambiente doméstico foram encaminhados ao Judiciário fluminense.

No Anuário também será possível ter acesso ao perfil dos 180 desembargadores e de suas 35 Câmaras Cíveis e Criminais de julgamento, traçando um retrato de suas atuações nos últimos 12 meses.

A publicação é voltada para advogados, magistrados, promotores, diretores jurídicos, empresários e executivos, professores e estudantes de direito, presidentes de instituições bancárias, administradores públicos, secretários de Justiça e parlamentares, entre outros.

JGP/AB

Foto: Luis Henrique Vicent/TJRJ

Fonte: PJERJ