Notícias

27/03/2019

Na ocasião, o CESA também lançou sua Cartilha de Diversidade, que tem por objetivo fomentar e incentivar a reflexão das Sociedades de Advogados em torno da diversidade e da inclusão.

 
 

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o CESA  escolheu o tema diversidade e inclusão para a pauta de sua reunião mensal de associadas.

De acordo com dados apresentados por Clemencia Beatriz Wolthers, coordenadora do Comitê de Administração e Ética, das 24 mil sociedades de advogados registradas em SP, somente 18.500 mil têm mulheres entre as sócias, menos de uma por escritório. E o número fica ainda mais alarmante quando se percebe que a estatística é puxada pelas sociedades individuais.

Pensando nessa realidade, identificada há algum tempo, o CESA desenvolveu um programa voltado para carreira, crescimento profissional e gestão, com o objetivo de debater e compartilhar ideias e experiências sobre o papel da advogada sócia na estrutura profissional e organizacional dos escritórios.

Sobre o projeto, Migalhas conversou com a advogada Beatriz Kestener, integrante do grupo de liderança feminina do CESA, com  Pedro Ferro, da CEOlab, empresa responsável por organizar o workshop, e com a sócia do TozziniFreire Advogados, Maria Elisa, que dá o exemplo de como uma gestão inclusiva pode beneficiar os escritórios. Confira:

Na ocasião, o CESA lançou sua Cartilha de Diversidade.  A Cartilha  tem por objetivo fomentar e incentivar a reflexão das Sociedades de Advogados em torno da diversidade e da inclusão.  Com a publicação, o Comitê de Diversidade e Responsabilidade Social do CESA renova seu compromisso de sempre trabalhar temas atuais que visam o aperfeiçoamento da atuação socialmente responsável das Sociedades de Advogados, incentivando todas as Associadas, independentemente de seu tamanho e localização geográfica, a experimentar os benefícios de promover e atuar em prol de uma sociedade mais diversa. 

t

t

t

Fotos: Felipe Lampé

Fonte: Migalhas SP