Notícias

28/08/2018

Negócio / 
O escritório reuniu mais 150 convidados no auditório do escritório de São Paulo para uma roda de conversa mediada pelo advogado Robson de Oliveira.

O encontro, contou também com a participação do professor Silvio Luiz de Almeida, da FGV e do Mackenzie, presidente do Instituto Luiz Gama e autor do livro O que é racismo estrutural ?, Valquiria Tonello, gerente jurídica do Itaú Unibanco, e Rick Sinkfield, vice-presidente e deputy general counsel para América Latina da Laureate Education.

Para contextualizar o tema, Silvio apresentou reflexões acerca da construção das noções de raça e racismo, conceitos que desafiam as sociedades contemporâneas como o Brasil, onde crescem anseios por igualdade. "Este cenário foi o ponto de partida para criarmos o grupo e planejarmos ações afirmativas para a atração, o acolhimento e a retenção de talentos, independentemente de sua origem étnico-racial", afirma Robson de Oliveira, advogado membro do comitê do Deraízes. 

Embora a formação do grupo tenha sido formalmente anunciada agora, seus integrantes já vêm se dedicando ao tema há algum tempo.

Em 2017, além de Robson de Oliveira, os advogados Maria Isabel Fontana e Leonardo Palazzi fundaram o comitê com apoio institucional para tratarem do tema de inclusão racial no segmento jurídico.

O Demarest participou também, ativamente, das discussões para a implantação do projeto Incluir Direito, iniciativa em parceria com o Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA), a Universidade Presbiteriana Mackenzie e outros grandes escritórios do país.

O Deraízes também integra a Aliança Jurídica pela Diversidade Racial, formado pelos maiores escritórios de advocacia brasileiros, em parceria com o CESA, para compartilhar e disseminar boas práticas, alinhadas aos princípios de direitos humanos e responsabilidade social.

"Com o lançamento do grupo, queremos reforçar o nosso compromisso de promover um ambiente de trabalho plural, não discriminatório e com relações baseadas em respeito", explica Carlo Verona, sócio-coordenador do Deraízes.

A iniciativa faz parte das ações de Diversidade & Inclusão do Demarest, que neste mês celebra um ano da criação do Demulheres, coletivo liderado por sócias para fomentar a discussão sobre a equidade de gênero e trabalhar na remoção de barreiras sociais e culturais, contribuindo para que as mulheres possam atingir seu potencial.

Em abril deste ano, o Demarest também lançou o Demais, grupo dedicado à temática LGBT, e aderiu aos Padrões de Conduta para Empresas no enfrentamento à discriminação contra pessoas LGBTI da ONU - Livres e Iguais. Na ocasião, assinou os 10 Compromissos do Fórum de Empresas e Direitos LGBT+, tornando-se signatário e patrocinador da organização.

Fonte: Agência O Globo - RJ