Notícias

08/11/2018

 

No 62º Congresso da União Internacional dos Advogados (UIA), aberto com a conferência feita pelo presidente de Portugal, Rebelo de Souza, e realizado na cidade do Porto, de 30 de outubro a 2 de novembro, o advogado Paulo Lins e Silva (foto), representante do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) junto a entidades internacionais, foi agraciado pela Ordem dos Advogados Portugueses com a Medalha de Ouro, maior comenda da entidade. Na sessão ordinária desta quarta-feira (7/11), conduzida pela 3ª vice-presidente, Adriana Brasil Guimarães, Paulo Lins e Silva fez da tribuna um relato do evento e da homenagem que lhe foi prestada.

“Fiquei muito honrado por receber a comenda, equivalente à Medalha Rui Barbosa, maior condecoração concedida pelo Conselho Federal da OAB, e fiz palestras em painéis dedicados aos direitos humanos e de família”, disse. Ele informou que o congresso da UIA reuniu mais de 1.500 advogados de 82 países, sendo 60 brasileiros, entre os quais o presidente do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamachia; o diretor de Relações Internacionais do IAB, Luiz Dilermando de Castello Cruz; e o presidente do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa), Carlos José da Silva.

Paulo Lins e Silva informou, ainda, que foi realizada uma reunião entre os advogados dos países lusófonos. “A advocacia lusófona ganha cada vez mais força, por representar quase 25% dos cerca de 5,2 milhões de advogados de todo o mundo”, destacou. Segundo ele, o Brasil, com 1,2 milhão de advogados, é o segundo no mundo, atrás somente dos EUA, onde há 1,5 milhão de advogados.
Fonte: IAB- Instituto dos Advogados Brasileiros