Projeto Incluir Direito

Projeto Incluir Direito

O Projeto Incluir Direito nasceu em 2016, quando um grupo de advogados do CESA, membros do Comitê de Diversidade e Responsabilidade Social, se reuniram para estudar o problema da baixa participação dos negros nas sociedades de advogados. 
 
Fomos entender os problemas raciais de nosso país e as enormes barreiras que existem para a inserção dos negros no mercado de trabalho. A primeira medida foi a contratação da FIA – Fundação Instituto Administração, ligada à USP, para fazer um perfil demográfico das sociedades de advogados associadas ao CESA. Nessa pesquisa, verificou-se que menos de 1% dos membros dos escritórios (considerando sócios, associados e estagiários) eram negros.
 
Paralelamente iniciamos uma série de estudos e constatamos que precisaríamos fazer a aproximação entre os escritórios e os estudantes negros e prepará-los para participar dos processos seletivos em condições de igualdade com os demais candidatos. Por outro lado, também constatamos que os próprios escritórios não tinham consciência da abissal desigualdade e do racismo estrutural que marcam nossa realidade social.
 
Muitos dos jovens estudantes jamais tinham elaborado um curriculum escolar, ou mesmo desconheciam a dinâmica de um processo seletivo, por serem, muitas vezes, os primeiros de um núcleo familiar a ter acesso a um curso universitário e não terem, assim, quem os orientasse sobre essas questões.
 
Precisávamos, assim, atrair, acolher, reter e ajudar no desenvolvimento desses jovens, e, ao mesmo tempo, adotar medidas de para que nossos próprios escritórios se conscientizassem das questões raciais, a fim de melhor recebê-los/acolhê-los.
 
O CESA, enquanto associação civil sem fins lucrativos, passou a ser um agente mediador entre seus associados e as universidades, visando o enfrentamento do problema. Assim, junto com as universidades, desenvolvemos um projeto pedagógico no qual os alunos passam por aulas para desenvolver diversas habilidades, tais como postura profissional, estratégias para participar de processos seletivos, formas de lidar com situações difíceis em ambientes competitivos, reforço de habilidades de leitura, interpretação e produção de textos, cursos de língua estrangeira, além de reflexões sobre a desigualdade racial e a importância da diversidade para realização de uma sociedade mais igualitária e democrática. Ao final do período do projeto, como contrapartida, os estudantes beneficiários se comprometem a participar de pelo menos três processos seletivos dos escritórios de advocacia patrocinadores, vinculados ao CESA.
 
O principal objetivo do Projeto Incluir Direito é aumentar a participação do negro no mercado jurídico, promovendo a inclusão e a diversidade.
 
Sendo a sociedade brasileira ainda muito racista, isso naturalmente acaba por se refletir dentro dos escritórios, de modo que o Projeto também estimula que as sociedades de advogados se conscientizem sobre eventuais barreiras internas em suas estruturas que precisam ser repensadas para receber esses estudantes.
 
O projeto Incluir Direito tem um compromisso de transformação e de promoção da justiça social, fornecendo desenvolvimento educacional e pessoal para que jovens negros e negras participem em condições de igualdade nos processos seletivos para ingressar nas sociedades de advogados.
 
Além da inserção de profissionais negros e negras nos escritórios de advocacia, esse projeto gera mudança na estrutura e cultura organizacional com o rompimento de paradigmas e preconceitos, pois contribui para a composição de equipes de trabalho mais diversas.
 
Um time diverso, formado por funcionários com perfis diferentes, resulta em uma equipe mais completa, onde cada um consegue agregar de formas distintas de acordo com as suas e experiências e entender a real necessidade dos clientes.
 
O projeto começou com a Universidade Mackenzie, campus Higienópolis, e hoje já está presente na unidade de Campinas dessa mesma universidade, na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro- PUC/RJ e na Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e já com projetos de expansão para o Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia.

O Projeto já reúne importantes reconhecimentos como: Prêmio de Iniciativa para a Diversidade, da publicação Latin Lawyer (2018);  Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, da Prefeitura de São Paulo (2021-2022); X Prêmio Dr. Benedicto Galvão, da Comissão de Igualdade Racial da OAB-SP (2021); além de estar entre os finalistas da 18ª edição do Prêmio Innovare (2021), na categoria advocacia.
 
Clique aqui e conheça o Manifesto do CESA sobre o Projeto Incluir Direito.
 
Apoie este projeto!
 
 
 
ADESÃO


Para mais informações, entre em contato com a Secretaria do CESA (11) 3104-8402.

 
(ii) Expor seu logo nas ações promovidas pelo CESA para promoção do Projeto Incluir Direito.Ouro
R$ 24.000,00
 
(i) Utilização da marca com os dizeres "Incluir Direito";
 
(ii) Expor seu logo nas ações promovidas pelo CESA para promoção do Projeto Incluir Direito;
 
(iii) Participar de 1 (uma) palestra na Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie para promoção institucional
 
 
 
Cota Prata
R$ 12.000,00
 
(i) Utilização da marca com os dizeres "Incluir Direito";
 
(ii) Expor seu logo nas ações promovidas pelo CESA para promoção do Projeto Incluir Direito.
APOIO

    COTA OURO    
         
         
         
     
    COTA PRATA    
         
         
         
       
    COTA BRONZE